Cuidado com a manipulação

Hoje gostaria de refletir um pouco sobre uma categoria de profissional que se encontra frequentemente nas organizações e que são capazes de destruir carreiras, reputações e até empresas pela maneira ardilosa com que atuam. A eles me referirei como os Manipuladores.

Os Manipuladores agem como se fossem parasitas, drenando a energia de seus hospedeiros em benefício próprio, causando estragos muitas vezes irreparáveis, destruindo pessoas e organizações.

Apesar de serem extremamente danosos às organizações, os Manipuladores são difíceis de serem eliminados. Eles possuem um arsenal de estratégias para se manterem invisíveis, a principal delas sendo a técnica de fazer os outros se desgastarem em nome de suas ideias e intenções. São seres muito ardilosos e inescrupulosos, em geral muito inteligentes e organizados, e por esse motivo frequentemente confundidos com profissionais de extrema competência.

Os Manipuladores utilizam o conhecimento e as ideias dos outros para conseguir seus objetivos. Eles literalmente roubam o trabalho de outras pessoas, atribuindo a eles os louros das vitórias.

Os Manipuladores colocam nos outros a responsabilidade sobre suas falhas. Fazendo com muita habilidade com que outros profissionais pagem o preço de seus erros mais grosseiros.

Um único Manipulador pode prejudicar dezenas de profissionais sérios em uma organização antes de ser notado como tal. Ele pode destruir carreiras, projetos e até organizações inteiras sem mesmo ser notado.

Mas por que é tão difícil detectar um Manipulador?

Primeiro por que não tendo escrúpulos ele é capaz de mentir mesmo tendo a ciência de que irá prejudicar outras pessoas. Seu único objetivo é atingir seus objetivos, custe o que custar.

Segundo por que ele dificilmente atua diretamente. Sua estratégia, ao contrário, é a de fazer com que os outros atuem para atender seus objetivos. Eles só se apresentam como participantes da ideia depois que ela deu certo e não possuem qualquer receio de negarem sua participação quando o resultado não é o esperado.

O Manipulador compartilha o sucesso e distribui o fracasso. Suas estratégias fazem com que eles sejam bem vistos pelo vitoriosos (aqueles que seguiram seus conselhos e ganharam), compartilhando seu sucesso. Ao mesmo tempo, o isolam de suas vítimas (aqueles que seguiram seus conselhos e perderam), evitando situações de fracasso.

Mesmo depois que um Manipulador é detectado leva tempo para que ele seja eliminado de uma organização.

Os primeiros a detectarem os Manipuladores são suas próprias vítimas, que percebendo terem sido prejudicadas tendem a evitar o contato e se isolarem. Dificilmente elas vem a público denunciar a manipulação, seja por vergonha de terem sido manipuladas, seja por saberem que como fracassados seus argumentos serão facilmente derrubados.

Somente depois de muitos estragos, quando o conjunto de vítimas da manipulação cria massa crítica é que o Manipulador começa a perder espaço. Neste momento, sendo inteligente e ardiloso, o Manipulador trata de buscar um de seus antigos aliados e vai em busca de um novo hospedeiro.

Como líderes devemos estar sempre atentos a presença de Manipuladores em nossas organizações. Eles são perigosos e devem ser eliminados assim que detectados.

 

Paulo Pinho, CEO da Synoro Negócios Inovadores.

Comentários ou sugestões de temas podem ser enviados para paulo.pinho@synoro.com.br.

Deixe uma resposta